“A política deve ser acessível, representativa e efetiva”

Com as eleições municipais agendadas para novembro deste ano, 2021 já se inicia com novos parlamentares no poder. Isso quer dizer que novas propostas, políticas públicas e outras mudanças devem ocorrer nas cidades brasileiras nos próximos anos. É importante lembrar, no entanto, que os candidatos eleitos não governam sozinhos! Por trás deles, existe uma equipe parlamentar que estrutura e organiza todo o mandato. Este é justamente o foco do trabalho da Legisla Brasil. O Instituto Millenium conversou com a sócia da organização sem fins lucrativos, Marina Cano. Ouça o podcast!

O objetivo da Legisla Brasil é fazer com que políticas públicas eficientes sejam entregues aos brasileiros, para isso, a organização foca na aceleração de mandatos já eleitos e na criação de equipes parlamentares, fazendo a ponte entre o cidadão que quer trabalhar na política e políticos que querem inovar no processo de contratação. “Hoje, temos como sonho que a política consiga ser acessível, representativa, que tenha a cara de todos os nossos ‘Brasis’ e que possamos sentir que ela funciona. Para isso a Legisla não só acelera e estrutura mandatos, como também desenvolve os times”, conta.

Leia mais
Financiamento de campanha: está na hora de debater o assunto!
Falta de planejamento e continuidade prejudica o país

Ter a equipe personalizada é um diferencial, pois assim as promessas de campanhas e as futuras políticas públicas, apesar de desafiadoras, têm maior probabilidade de serem realizadas. Portanto, Marina opina que apostar na estruturação do pessoal responsável por fazer acontecer é o investimento mais inteligente. “Até porque, se bem feito, tem alto potencial de retorno. Como qualquer organização, para alcançar resultados, você precisa ter o melhor time, ter nortes claros para aquilo que quer alcançar e, por fim, uma estrutura de governança para fazer da maneira mais eficiente. Por isso, acredito que o mandato desestruturado já sai da largada perdendo. E pior, quem perde mesmo é a sociedade, que não consegue sentir as entregas deste mandato”.

Para a população, o melhor dos mundos é um político que sabe onde quer chegar e que conta com profissionais competentes para tal, mas, para Marina Cano, o maior impacto causado é o círculo virtuoso que se gera. “Fortalecemos que a política é, de fato, o lugar de construção do país para o futuro e, assim, conseguimos atrair ainda melhores profissionais que, por sua vez, fazem com que as equipes sejam mais produtivas”, comenta.

Recrutamento

Atualmente, a Legisla Brasil possui três principais eixos que garantem a melhor alocação dos candidatos, junto ao parlamentar e o mandato: o alinhamento com o projeto político; as competências necessárias para desempenhar a função que está se propondo; e a vontade. “Buscamos sempre profissionais que queiram entrar no gabinete para, de fato, subir a barra destes mandatos e trazer toda a sua energia para inovar em termos de prática e de olhar”.

+ Associe-se ao Clube Millenium!

Programa Talentos do Legislativo

Dentro da organização, existe também programa “Talentos do Legislativo”, que está na quarta edição e busca atrair e imergir as futuras lideranças públicas brasileiras promovendo o sonho da carreira política por meio da inserção profissional.

Nele, jovens graduandos e recém graduados vivenciam o legislativo, antes mesmo de atuar lá, e dão seus primeiros passos para a construção de sua carreira. Após a imersão, os candidatos são “combinados” com alguns gabinetes. Assim, equipes completas são formadas de forma customizada para cada parlamentar.

The post “A política deve ser acessível, representativa e efetiva” appeared first on Exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *