IRB detecta pagamentos irregulares de R$ 60 mi a ex-diretor e funcionários

O IRB Brasil informou, na manhã desta sexta-feira, 26, que, por meio de investigação independente realizada pela KPMG e pela Felsberg Advogados, foi identificado irregularidades em pagamentos de supostos bônus a ex-diretor e a outros colaboradores da companhia e suas controladas.  O montante é de aproximadamente 60 milhões de reais.

De acordo com o fato relevante divulgado pela empresa, também foi constatado que, em fevereiro e março deste ano, foram feitas operações de recompra que ultrapassaram as quantidades autorizadas pelo Conselho de Administração em 2.850.000 ações.

A investigação também identificou os responsáveis por disseminarem a informação falsa sobre a participação acionária da Berkshire Hathaway, gestora do lendário investidor Warren Buffett, na companhia.

Em fevereiro deste ano, O Estado de S. Paulo publicou que Buffett havia aproveitado a queda do preços das ações da companhia para triplicar a fatia que tinha na empresa. A informação fez com que as ações da companhia subissem 6,66%, mas, posteriormente, foi negada pelo próprio Buffett.

Ainda segundo o fato relevante, “os responsáveis primários já identificados por todas estas irregularidades apuradas não integram mais os quadros da companhia” e “todas essas operações foram realizadas à revelia do Conselho de Administração”.

The post IRB detecta pagamentos irregulares de R$ 60 mi a ex-diretor e funcionários appeared first on Exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *