Review: TU8000 mostra aposta da Samsung na Alexa e em TV híbrida

A Crystal UHD TU8000 é a TV que representa a aposta da Samsung para o ano de 2020 no mercado brasileiro. O televisor traz funções antes exclusivas de modelos mais caros da marca, como é o caso do Modo Ambiente, um recurso que permite exibir fotos com o brilho da tela reduzido quando a TV não estiver em uso.

Essa TV da Samsung conta com o sistema operacional Tizen, que ganhou uma nova interface, com visual mais sóbrio e menos colorido do que o do ano passado. É possível fazer tudo que você faz em uma Smart TV: ver filmes e séries de aplicativos de streaming (Netflix, Amazon Prime Video, Globoplay, Google Play Filmes, Apple TV+, HBO Go) e também ouvir músicas nos aplicativos Apple Music e Spotify.

Em termos de design, a principal mudança em relação ao modelo de 2019 é a espessura das bordas ao redor da tela. Mais finas, agora elas permitem, como nos smartphones da Samsung, uma imersão no conteúdo exibido. Isso pode ser, inclusive, um ponto importante para optar por esse televisor em vez de outro do ano passado. As telas da linha TU8000 podem ter tamanhos que vão de 50 a 82 polegadas.

TV híbrida

Uma das principais novidades desse modelo de televisor é a TV híbrida. Funciona assim: você começa a ver um conteúdo na TV aberta, na Rede Globo, e, se ele estiver disponível em uma resolução maior no streaming do Globoplay, o sinal de imagem é automaticamente trocado para oferecer a melhor resolução de imagem. Para que isso aconteça, o aplicativo é executado em segundo plano na maior parte do tempo, uma função permitida pelo processador Crystal, que dá nome à categoria de TVs da Samsung em 2020. Fora isso, as séries que têm o primeiro capítulo exibido na TV podem sugerir ao telespectador o próximo capítulo no aplicativo de streaming, desse modo, promovendo uma integração sem precedentes entre TV tradicional e o streaming de vídeo.

Alexa

Outro destaque da TU8000 é a assistente de voz Alexa, da Amazon, que é integrada ao sistema Tizen. Pressionando e segurando o botão do microfone no controle remoto, você pode fazer as perguntas tradicionais que se faz a um assistente virtual, como “qual é a previsão do tempo?” ou “como se fala coronavírus em coreano?”. Também é possível dar comandos de voz, sempre em português, para iniciar a reprodução de uma lista de músicas, aumentar ou reduzir o volume ou criar um alerta. A integração da assistente de voz também permite que o usuário controle diferentes dispositivos conectados que sejam compatíveis com a Alexa – desde que você os tenha em casa. Com a assistente, a Samsung tira um diferencial competitivo que a LG tinha nesse mercado por contar com o Google Assistente integrado às suas TVs.

Até o fim do ano, a TU8000 se tornará compatível com a Bixby em português. Com isso, será possível comandar aparelhos conectados da própria Samsung, como o ar condicionado Wind Free, a lavadora conectada Qdrive, o aspirador-robô PowerBot ou a geladeira Family Hub.

Espelhamento de tela

Assim como já acontecia nos modelos de TV da sul-coreana no ano passado, o usuário pode espelhar a tela do seu smartphone Samsung com o recurso SmartView, que é integrado ao sistema operacional Android, e também a tela do seu iPhone, por meio da tecnologia chamada AirPlay. Se você não tiver smartphones da Samsung ou da Apple, a solução é utilizar o aplicativo SmartThings, da sul-coreana.

Imagem

A tela de resolução 4K da TU8000 tem tecnologia de retroiluminação LED. Apesar disso, que pode causar o vazamento de luz em pixels que deveriam representar a cor preta, o grau de diferenciação dos tons de cinza e preto ficaram visivelmente melhores do que na antecessora RU7450.
Com boa fidelidade de cores, a TV tem um desempenho acima da média da sua categoria. A crítica vai para o ângulo de visão, que poderia ser melhor. A melhor forma de apreciar a imagem dessa TV é vendo-a sempre de frente, e não de lado.

Controle remoto único

O controle remoto único da Samsung não mudou muito. Há três novos botões: um do Globoplay, que abre instantaneamente o aplicativo na TV; um de microfone, para que você comande a Alexa; e um que ativa o Modo Ambiente.
O controle remoto segue compatível com decoders de TV por assinatura e Apple TV, uma comodidade interessante para quem vive perdendo os controles na sala de estar.

Conexões e instalação

A TU8000 se conecta à internet por Wi-Fi ou cabo de rede e conta com três portas HDMI, duas USB e uma vídeo-componente. Como no ano passado, o televisor tem conexão Bluetooth para fones de ouvido ou caixas de som.

A boa notícia para quem for deixar a TV sobre um móvel é a grande facilidade de montagem. Os pés do televisor são encaixados na base e ficam firmes mesmo sem nenhum parafuso. É só tirar a TV da caixa, colocar os pés nela, conectar os cabos e ela está pronta para ser usada em instantes, diferentemente do que acontece com TVs da Sony, por exemplo.

Considerações finais

A TV TU8000 conta com modernizações significativas em relação aos televisores da Samsung no ano passado. Os destaques são a Alexa, o aplicativo criativo do Globoplay integrado ao sistema operacional, a tela com menos bordas e o controle remoto único. Vale ficar atento à questão sobre o ângulo de visão dessa televisão, especialmente se você mora em uma casa grande e irá assisti-la de diferentes lugares, e não apenas de frente a ela. A qualidade sonora também poderia ser melhor. Quem se importa muito com isso precisará adquirir separadamente um soundbar. Em linhas gerais, a TU8000 é uma ótima televisão de tela 4K e mostra que a Samsung, líder global de mercado há 14 anos, não está acomodada no primeiro lugar.

The post Review: TU8000 mostra aposta da Samsung na Alexa e em TV híbrida appeared first on Exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *